S O B R E   O   G R U P O

PALOMBAR

[De palomba + -ar2.]

Verbo transitivo direto. Próprio do vocabulário circense.

  1. Ato de costurar a lona do circo. Muitas vezes essa tarefa era feita de forma coletiva por todos os familiares e artistas que viviam no circo.

Dez anos atrás nascia o Grupo Circo Teatro Palombar como um espaço para o desenvolvimento de seus jovens integrantes como artistas da periferia que transformam suas vivências em potência criativa.

O grupo toma a linguagem do circo com respeito aos mestres que trazem essa arte por gerações nas lonas tendo como base o estudo do circo, do teatro e da música. A partir daí surge uma maneira própria de fazer circo contemporâneo no Brasil.  Hoje o grupo tem em repertório de seis espetáculos e vem consolidando características próprias de produção no atual contexto do circo, sendo a 1° companhia de circo da Zona Leste de São Paulo a realizar uma viagem internacional.

São 10 integrantes que mantêm um processo cooperativo e contínuo de pesquisa e criação. Tendo a arte como projeto de vida além de desenvolver um trabalho de formação de crianças e jovens a partir dos conceitos do Circo Social. Desde sua origem em 2012, os integrantes do grupo Circo Teatro Palombar vêm contribuindo com a formação de crianças e jovens através de aulas de circo gratuitas no bairro de Cidade Tiradentes. Viva o Circo!

Slide História do Palombar [2012] Nascimento do grupo e criação do espetáculo "Uma Arriscada Trama de Picadeiro e Asfalto". [2013] Circulação de "Uma Arriscada Trama de Picadeiro e Asfalto" com apoio doprograma VAI e apresentações na Mostra Lino Rojas de Teatro de Rua, no 5º Encontro Comunitário de Teatro Jovem e na Virada Cultural. [2014] Realização do Projeto "Rolê dos Saltimbancos" pesquisando esquetes e números de circo e realização do 2º Intercâmbio de Circo Social no Centro Cultural Arte em Construção. [2015] Realização do Projeto "Circurtas na Praça" criando vídeos sobre circo e apresentando em praças com apoio do Programa Redes e Ruas. Temporada do espetáculo "Uma Arriscada Trama de Picadeiro e Asfalto" no Centro Cultural São Paulo. [2016] Criação de um número de báscula com apoio do Proac - Números circenses e estreia do espetáculo "A Novidade é Milenar" com apoio do VAI 2. Apresentações de "A Novidade Milenar" na Eslipa - Escola Livre de Palhaços / Escola Nacional de Circo - RJ, no 9º Festival Paulista de Circo e XII Festival de Circo de Londrina. [2017] Estreia do espetáculo "A Fabulosa Charanga dos Excêntricos" e apresentações em cidades do estado de São Paulo. Estreia do espetáculo "Um Beijo para Benjamim" com apresentações nas bibliotecas Municipais da cidade de São Paulo. [2018] Mostra “Circo Teatro Palombar 5 anos” contemplada pelo “Edital de Apoio a Criação Artística – Linguagem Circo” da Secretaria Municipal de Cultura. Estreia do número “Esquadrão Bombelhaço” com apoio do ProAc – Produção e apresentação de número circense.

Slide
História do
Palombar [2012] Nascimento do grupo e criação do espetáculo "Uma Arriscada Trama de Picadeiro e Asfalto". [2013] Circulação de "Uma Arriscada Trama de Picadeiro e Asfalto" com apoio doprograma VAI e apresentações na Mostra Lino Rojas de Teatro de Rua, no 5º Encontro Comunitário de Teatro Jovem e na Virada Cultural. [2014] Realização do Projeto "Rolê dos Saltimbancos" pesquisando esquetes e números de circo e realização do 2º Intercâmbio de Circo Social no Centro Cultural Arte em Construção. [2015] Realização do Projeto "Circurtas na Praça" criando vídeos sobre circo e apresentando em praças com apoio do Programa Redes e Ruas. Temporada do espetáculo "Uma Arriscada Trama de Picadeiro e Asfalto" no Centro Cultural São Paulo. [2016] Criação de um número de báscula com apoio do Proac Números circenses e estreia do espetáculo "A Novidade é Milenar" com apoio do VAI 2. Apresentações de "A Novidade Milenar" na Eslipa - Escola Livre de Palhaços / Escola Nacional de Circo - RJ, no 9º Festival Paulista de Circo e XII Festival de Circo de Londrina. [2017] Estreia do espetáculo "A Fabulosa Charanga dos Excêntricos" e apresentações em cidades do estado de São Paulo. Estreia do espetáculo "Um Beijo para Benjamim" com apresentações nas bibliotecas Municipais da cidade de São Paulo. [2018] Mostra “Circo Teatro Palombar 5 anos” contemplada pelo “Edital de Apoio a Criação Artística – Linguagem Circo” da Secretaria Municipal de Cultura. Estreia do número “Esquadrão Bombelhaço” com apoio do ProAc – Produção e apresentação de número circense.

Slide História do
Palombar
[2012] Nascimento do grupo e criação do espetáculo "Uma Arriscada Trama de Picadeiro e Asfalto". [2013] Circulação de "Uma Arriscada Trama de Picadeiro e Asfalto" com apoio doprograma VAI e apresentações na Mostra Lino Rojas de Teatro de Rua, no 5º Encontro Comunitário de Teatro Jovem e na Virada Cultural. [2014] Realização do Projeto "Rolê dos Saltimbancos" pesquisando esquetes e números de circo e realização do 2º Intercâmbio de Circo Social no Centro Cultural Arte em Construção. [2015] Realização do Projeto "Circurtas na Praça" criando vídeos sobre circo e apresentando em praças com apoio do Programa Redes e Ruas. Temporada do espetáculo "Uma Arriscada Trama de Picadeiro e Asfalto" no Centro Cultural São Paulo. [2016] Criação de um número de báscula com apoio do Proac - Números circenses e estreia do espetáculo "A Novidade é Milenar" com apoio do VAI 2. Apresentações de "A Novidade Milenar" na Eslipa - Escola Livre de Palhaços / Escola Nacional de Circo - RJ, no 9º Festival Paulista de Circo e XII Festival de Circo de Londrina. [2017] Estreia do espetáculo "A Fabulosa Charanga dos Excêntricos" e apresentações em cidades do estado de São Paulo. Estreia do espetáculo "Um Beijo para Benjamim" com apresentações nas bibliotecas Municipais da cidade de São Paulo. [2018] Mostra “Circo Teatro Palombar 5 anos” contemplada pelo “Edital de Apoio a Criação Artística – Linguagem Circo” da Secretaria Municipal de Cultura. Estreia do número “Esquadrão Bombelhaço” com apoio do ProAc – Produção e apresentação de número circense.

ARTISTAS

C O N H E Ç A   U M   P O U C O   D O   E L E N C O

rafael

– – – Rafael Garcia – – –

Malabarista, ator ou palhaço? A forma mais adequada que encontro para falar sobre meu ofício é que a arte circunda minha vida e meu ser, principalmente nas horas em que brinco quando não deveria ou trabalhava quando não queria.

vinicius

– – – Vinicius Mauricio  – – –

Acrobata? Um pouquinho, o palhaço Menininho. Coragem não me falta, para voar na grande báscula. No trapézio me arrisco e também me divirto. E com rima termino minha apresentação, nas batidas de uma percussão.

ricardo

– – – Ricardo Big  – – –

Ator no Grupo Pombas Urbanas, arte educador no Centro Cultural Arte em Construção, assistente de direção no Grupo Circo Teatro Palombar, amante de fotografia e maquiagem artística.

guilherme

– – – Guilherme Torres – – –

Amigo íntimo da adrenalina, guiado pelos meus sonhos, tenho minha marca registrada como monociclista freestyle. Trago comigo a energia do palhaço, dou saltos e piruetas no equipamento báscula, realizo tudo que faço com muita energia e carinho ao meu próprio estilo.

henrique

– – – Henrique Nobre – – –

Artista Circense entre outros saberes como Produtor e Arte Educador. Especialidades: Acrobacia Excêntrica e a teatralidade dentro do circo. Grande parte de meu aprendizado e saberes foi através do Grupo Circo Teatro Palombar onde sou integrante e fundador dessa história maravilhosa.

david

– – – David Wilian – – –

Através da diversão do palhaço arriscando em movimento swingado, sanfonando alegria e melodia, dançando em meio aos pratos e suas varetas. Com suas caretas e tropeços o palhaço Biduco é mais do que uma energia, muito mais profundo que me leva a outro mundo. O mundo do circo-teatro.

eder

– – – Giuseppe Farina – – –

Sonhador, lúdico, contemporâneo ao passado e um koan no futuro. Músico por exercício da profissão, se arrisca a tocar 3 ou 4 instrumentos ao mesmo tempo, mas não ao mesmo tempo faz malabares com cigar box. Portô, Palhaço, Escritor e Distraído assim sendo.

paulo

– – – Paulo Santos  – – –

A linguagem do palhaço me encanta, pois através dela consigo refletir e expressar atitudes do ser humano, e a cada passo que dou no picadeiro me aproximo mais do respeitável público.

Leonardo Galdino

– – – Leonardo Galdino – – –

Ator, malabarista e palhaço há 7 anos, formado pelo Instituto Pombas Urbanas. Experiência com guitarra, trombone e instrumentos excêntricos. Com histórico de mais de 100 apresentações em diversos lugares de São Paulo. Atualmente integra o Grupo Circo Teatro Palombar há 6 anos.

marcelo

– – – Marcelo Nobre  – – –

A minha vida é um circo coberto por remendos, fico me equilibrando na perna-de-pau, tocando instrumentos inusitados do palhaço e desafiando-me na báscula, é esse o lugar que me possibilita tornar sonhos realidade.

Adriano Mauriz_preview

– – – Adriano Mauriz  – – –

Ator fundador do Pombas Urbanas atuando em todos os espetáculos do grupo desde 1989 e realizando apresentações pelo Brasil e países da América Latina. É um dos coordenadores do Centro Cultural Arte em Construção em Cidade Tiradentes que realiza projetos como: Encontro Comunitário de Teatro Jovem da cidade de São Paulo, Projeto Semear Asas, Canto das Letras e Somos do Circo. Dirigiu e escreveu os espetáculos “Uma Arriscada Trama de Picadeiro e Asfalto”, “A Novidade é Milenar”e “A Fabulosa Charanga dos Excêntricos” do Grupo Circo Teatro Palombar e “Cidade Desterrada” do Grupo Pombas Urbanas. Foi representante do Movimento dos Pontos de Cultura do Estado de São Paulo na Comissão Nacional dos Pontos de Cultura, recebendo o prêmio Tuxaua do MINC por sua atuação.